terça-feira, 30 de março de 2010

Chaves de fenda - a ferramenta mais sujeita a abusos

Depois do martelo, a chave de fenda é provavelmente a ferramenta que mais sofre abusos. As chaves de fenda são encontradas numa ampla variedade de formas, tamanhos e materiais.

Porém, todas se destinam a um único uso: apertar e soltar parafusos. Infelizmente, a chave de fenda é usada como alavanca, como formão, raspador e até para misturar tinta!

Porém, o abuso mais comum é a utilização da chave de fenda de tamanho errado para o parafuso. Você não usaria um par de sapatos que fosse muito pequeno ou muito grande para seus pés.

Caso contrário, você estaria abusando dos seus pés.

Pela mesma razão, você não deve usar uma chave de fenda que seja muito pequena ou muito grande para o parafuso com o qual está trabalhando. Use a chave de fenda certa. O abuso da chave de fenda e do parafuso ocorre mais freqüentemente porque a pessoa não tem a chave correta em mãos para executar um trabalho em particular.

Tenha estes pontos em mente quando usar uma chave de fenda: sempre combine o tamanho da chave com o trabalho a ser feito e sempre combine o tipo de chave com o tipo de cabeça do parafuso.

Selecione uma chave com uma lâmina grossa o suficiente para se encaixar corretamente no rasgo do parafuso. Isto reduz a força necessária para manter a chave de fenda no lugar e a possibilidade de danificar a ponta da lâmina ou o rasgo. A maioria das pontas de lâmina são chanfradas, o que permite usar a chave para mais de um tipo de parafuso. Porém, a chave de lâmina com as faces em paralelo se fixará mais firmemente do que a chave com lâmina chanfrada. As lâminas chanfradas têm a tendência de sair do rasgo sempre que uma quantidade significativa de força de torção é aplicada.

Quando for absolutamente necessária uma força extra de torção, uma chave de boca mas nunca um alicate, pode ser usada para ajudar. As chaves de fenda para trabalho pesado, com ponta quadrada, são disponíveis para este fim. Via de regra, quanto maior for uma chave de fenda, maior será o diâmetro do cabo; quanto maior for o diâmetro do cabo, maior será a força de torção.

Para apertar um parafuso com segurança, primeiro faça um furo piloto na superfície do material que você for prender.

Esta recomendação é especialmente importante quando se aplica parafuso em madeira dura ou quando o parafuso está próximo da borda da tábua. Os furos pilotos podem ser feitos em madeiras macias e em algumas madeiras duras. Entretanto, se você estiver colocando um parafuso n.º 6, ou maior, é melhor fazer um furo completo ou usar um iniciador.

Faça sempre furos pilotos se os parafusos forem aplicados em madeiras duras e densas. Para parafusos de cabeça plana, o furo piloto deve ter um rebaixo, de forma que a cabeça do parafuso não se projete acima da superfície da madeira.

Depois que o parafuso estiver quase totalmente inserido, é seguro usar as duas mãos com uma força de torção extra para assentar o parafuso. Isto permitirá uma pressão adicional para baixo, conseqüentemente assegurando que a ponta da chave fique firmemente assentada no rasgo do parafuso. Se o parafuso for de cabeça chata, certifique-se de que o furo piloto tenha um recesso no topo e de que a ponta da chave de fenda seja estreita o bastante para evitar tocar a madeira.

Um dos aspectos de segurança mais importantes de qualquer trabalho que envolva a utilização de ferramentas manuais é a utilização de equipamento de proteção individual apropriado.

Para trabalhos que requeiram chaves de fenda, o EPI apropriado deve sempre incluir proteção para os olhos, assim como luvas para evitar ferimentos nas mão.

Algumas regras básicas de segurança que você conhecer devem incluir sempre o seguinte:

  • Certifique-se de que a ponta da chave de fenda se encaixa no rasgo do parafuso, nem frouxa e nem muito apertada.
  • Não use uma chave de fenda como punção ou formão. (Quando você estiver verificando se um poste de rede elétrica está podre, uma chave de fenda pode ser usada para sondar a área abaixo do solo).
  • Não use uma chave de fenda (ou qualquer outra ferramenta) próximo dos condutores energizados, a menos que a ferramenta seja projetada e aprovada para esta finalidade.
  • Não exponha uma chave de fenda a calor excessivo.
  • Use uma lima para acertar a ponta de uma chave desgastada.
  • Jogue fora uma chave excessivamente desgastada ou quebrada.
Postar um comentário