segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Exposição a substâncias potencialmente

As substâncias prejudiciais geralmente são ignoradas porque seus efeitos não são observados imediatamente.
Se a exposição for súbita e acidental ou constante, o resultado será sempre o mesmo – dor, sofrimento, custos, perda do trabalho, etc. Examinemos alguns dos fundamentos deste problema.
COMO AS SUBSTÂNCIAS PREJUDICIAIS PENETRAM EM NOSSO CORPO?

  • Comendo ou bebendo delas – não de propósito, é claro. Geralmente isto ocorre quando comemos uma comida que tenha sido manuseada com as mãos sujas.
  • Por absorção através da pele. Certos produtos químicos podem entrar na corrente sangüínea através da pele.
  • Pela respiração. Gases, fumaça, vapores, poeira podem causar problemas respiratórios.

QUAIS SÃO AS TRÊS FORMAS BÁSICAS DAS SUBSTÂNCIAS
PREJUDICIAIS?

  • Sólida – como o cal, cimento, fibras de vidro, asbesto e chumbo.
  • Líquida – incluindo a gasolina, álcool, ácidos, conservantes, solventes e soluções de limpeza.
  • Gasosa – muitos líquidos também formam vapores que podem ser prejudiciais, quando inalados.

O QUE PODEMOS FAZER PARA EVITAR EXPOSIÇÃO A
SUBSTÂNCIAS PREJUDICIAIS?

  • Lave as áreas empoeiradas, incluindo as entradas de serviço, áreas de demolição e de trabalho com areia e cascalho.
  • Certifique-se de que haja boa ventilação ou ventiladores de exaustão no lugar onde está sendo feito trabalho de soldagem ou quando motores a gasolina estiverem ligados.
  • Evite contato da pele com concreto úmido. Use boas botas de borracha e luvas quando lançar concreto ou fizer acabamento.
  • Proteja-se ao máximo possível contra fumaça tóxica e poeira. Se você não puder cobrir a face completamente, use um creme protetor na área exposta.
  • Use um respirador quando necessário. Use um que seja adequado para suas necessidades.
Postar um comentário