terça-feira, 13 de outubro de 2009

PERMISSÃO DE ENTRADA E TRABALHO - PET

PARA LIBERAÇÃO DE DENTRADA EM ESPAÇOS CONFINADOS, DEVE SER ELABORADO (PELO SUPERVISOR DE ENTRADA, DEVIDAMENTE TREINADO) UM DOCUMENTO - PET (PERMISSÃO DE ENTRADA E TRABALHO).
NA PET DEVEM CONSTAR AS SEGUINTES INFORMAÇÕES:

Nome da Empresa

Local do espaço confinado (empresa deve identificar seus espaços confinados)

Espaço confinado nº. (empresa deve identificar seus espaços confinados)

Data e horário da emissão (preencher no início das atividades)

Data e horário do término (só será terminado ao término da atividade)

Trabalho a ser realizado (a fim de levantar riscos adicionais e indicar demais medidas de controle, as atividades devem ser relatadas passo a passo assim como se faz na análise preliminar de risco comum)
TRABALHADORES AUTORIZADOS (trabalhadores autorizados são aqueles que possuem treinamento de entrada em espaços confinados (16h), e demais treinamentos e qualificações pertinentes a suas atividades, porém NR33 é impressindível)
NOME (listar nomes completos e assinatura de TODOS os entrantes
ASSINATURA

VIGIA (trabalhador com treinamento de vigia em espaços confinados, NR33 16h, proibida a entrada em espaços confinados, deve portar instrumentos de medição para controle do ambiente. O vigia não pode sair da entrada do espaço confinado, salvo se substituído por outro vigia, ou um supervisor de entrada, mas nunca pode entrar no espaço)
SUPERVISOR DE ENTRADA (trabalhadr autorizado, responsável pela elaboração da PET, medições iniciais, definições de medidas de controle pertinentes a espaços confinados - ventilação, respiradores etc)
EQUIPE DE RESGATE (deve-se definir e treinar equipe de resgate exclusiva para atividades em espaços confinados, pois durante a atividade de espaços confinados esta equipe deverá ter dedicação exclusiva, e deve saber resgatar vítimas dentro desses espaços)

PROCEDIMENTOS QUE DEVEM SER PROVIDENCIADOS ANTES DA ENTRADA
1- Isolamento
S ( ) N ( )
2-Teste inicial da atmosfera (deve ser feita a medição antes do início das atividades, pelo supervisor de entrada, com equipamento correto e calibrado)
Data
Horário

OxigêniO _____ %O2
Inflamáveis ___ %LIE
H2S ____ ppm
CO ____ Ppm

NOME LEGÍVEL DO SUPERVISOR QUE REALIZOU OS TESTES
ASSINATURA

3- Bloqueios, travamento e etiquetagem
N/A ( ) S ( ) N ( )
4- Purga e/ou lavagem
N/A ( ) S ( ) N ( )
5- Ventilação/ exaustão - tipo, equipamento e tempo
N/A ( ) S ( ) N ( )
6- Teste após ventilação e isolamento: (deve ser realizado pelo supervidor de entrada antes da entrada, para assegurar a devida ventilação das áreas)
Data
Horário

Oxigênio ____ % O2 > 19,5% ou 23,0 %
Inflamáveis ___ %LIE <10%
H2S ____ Ppm
CO ____ Ppm

NOME LEGÍVEL DO SUPERVISOR QUE REALIZOU OS TESTES
ASSINATURA

7- Iluminação geral
N/A ( ) S ( ) N ( )
8- Procedimentos de comunicação:
N/A ( ) S ( ) N ( )
9- Procedimentos de resgate:
N/A ( ) S ( ) N ( )
10- Procedimentos e proteção de movimentação vertical:
N/A ( ) S ( ) N ( )
11- Treinamento de todos os trabalhadores? É atual?
N/A ( ) S ( ) N ( )
12- Equipamentos:

13- Equipamento de monitoramento contínuo de gases aprovados e certificados por um Organismo de Certificação Credenciado (OCC) pelo INMETRO para trabalho em áreas potencialmente explosivas de leitura direta com alarmes em condições: (equipamento utilizado para medições iniciais pelo supervisor de entrada e posteriormente, medições contínuas pelos vigias, outro equipamento de medição deve ser portado pelos entrantes e deve ser um equipamento com segurança intrinseca)
S ( ) N ( )
Lanternas
N/A ( ) S ( ) N ( )
Roupa de proteção
N/A ( ) S ( ) N ( )
Extintores de incêndio
N/A ( ) S ( ) N ( )
Capacetes, botas e luvas
N/A ( ) S ( ) N ( )
Equipamentos de proteção respiratória/ autônomo ou sistemas de ar mandado com cilindro de escape
N/A ( ) S ( ) N ( )
Cinto de segurança e linhas de vida para os trabalhadores autorizados
S ( ) N ( )
Cinto de segurança e linhas de vida para a equipe de resgate
N/A ( ) S ( ) N ( )
Escada
N/A ( ) S ( ) N ( )
Equipamentos de movimentação vertical/ suportes externos
N/A ( ) S ( ) N ( )
Equipamentos de comunicação eletrônicos aprovados e certificados por um Organismo de Certificação Credenciado (OCC) pelo INMETRO para trabalho em áreas potencialmente explosivas ____________________ (equipamentos com proteção intrinseca, ou a prova de explosão, equipamentos EX___)
N/A ( ) S ( ) N ( )
Equipamento de proteção respiratório autônomo ou sistema de ar mandado com cilindro de escape para a equipe de resgate ________________________________
S ( ) N ( )
Equipamentos elétricos e eletrônicos aprovados e certificados por um Organismo de Certificação Credenciado (OCC) pelo INMETRO para trabalho em áreas potencialmente explosivas________________
N/A ( ) S ( ) N ( )

Legenda: N/A - "não se aplica"; N- "não"; S- "sim".

Procedimentos que devem ser completados durante o desenvolvimento dos trabalhos
(relatar demais procedimentos)
Permissão de trabalhos a quente
N/A ( ) S ( ) N ( )
Procedimentos de Emergência de Resgate (deve existir procedimento específico emergências resgate em espaços confinados e todos os envolvidos devem ter conhecimento/treinamento do mesmo)
Telefones e contatos: (números de telefones/rádios, de contatos, de todos os envolvidos, entrantes, vigias, supervisores, equipe de resgate, departamento de segurança)
Ambulância do resgate: (telefone/rádio da ambulância de palntão, para atendimento a emergências)
Bombeiros: (telefone do corpo de bombeiros)
Segurança: (telefone/rádio do departamento de segurança)

Obs.:
* A entrada não pode ser permitida se algum campo não for preenchido ou contiver a marca na coluna "não".
* A falta de movimento contínuo da atmosfera no interior do espaço confinado, alarme, ordem do Vigia ou qualquer situação de risco à segurança dos trabalhadores, implica no abandono imediato da área
* Qualquer saída de toda equipe por qualquer motivo implica a emissão de nova permissão de entrada. Esta permissão de entrada deverá ficar exposta no local de trabalho até o seu término. Após o trabalho, esta permissão deverá ser arquivada.
(deverá ser cancelada imediatamente a PET, para qualquer saída do espaço confinado, pois após o retorno, as características desse espaço confinado podem ter mudado, exemplo intervalo de almoço, idas ao banheiro, etc)

2 comentários:

temseguranca.com disse...

A PET é sem sombra de dúvidas um ocumento de suma importância na prevenção de acidentes, porém é preciso que as pessoal cumpra as regras de segurança em todos os sentidos. Tenho visto muito faz de conta na hora de preencher uma PET tais como: fazer uma medição inicial somente e deixar de monitorar continuamente o ambiente. É óbvio que existem exageros nas definições das necessidades ou não das PETs. De qualquer forma, se cumprida à risca, a PET é a forma mais segura de se executar uma tarefa.

Abraços

Elisabete disse...

Isso é uma grande verdade, existe muitas empresas fazendo de conta que trabalham com segurança. Na verdade estão lidando com a sorte, quando acontecer um acidente o prejuizo com certeza será muito maior e pior do que se tivesse tomado todas as precauções devidas.