segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Faça o seguinte teste para cada acidente

Nas pesquisas sobre acidentes, passamos do efeito para a causa. Geralmente as causas de acidente são combinações de condições inadequadas e ou atos inadequados.

É muito raro que apenas uma condição inadequada ou um ato inadequado seja o responsável por um acidente.

De modo geral, só acidentes que causam lesões pessoais são levados à atenção para fins de investigação.

Assim, ao efetuar a investigação, partimos da lesão, depois remontamos ao tipo do acidente, como “quedas”, “contato com”, “batida contra”, “colhido por”, “atingido entre”, etc..

Depois, passamos a investigar os atos ou condições que precederam imediatamente o acidente.

Anotamos cuidadosamente “o que realmente aconteceu”. Fazemos, então, o seguinte teste:

  1. Qual foi a condição inadequada que figurou o acidente?
  2. Qual foi o ato inadequado que também figurou o acidente?
  3. Por que era inadequada a condição?
  4. Por que era inadequado o ato?
  5. Fazemos, então, recomendações para corrigir a condição e ou ato inadequado que levaram ao acidente.

É importante determinar não só a causa do acidente, como a razão da causa. Isso pode revelar muitas condições gerais do ambiente que requerem correção.

OS TRABALHADORES QUE CONHECEM A OCUPAÇÃO TÊM DE TER CONHECIMENTO DOS RESPECTIVOS RISCOS.

Para poder realizar suas tarefas com segurança e eficiência, todo trabalhador deve ter não só uma boa compreensão, como deve conhecer os riscos que poderá encontrar em seu trabalho.

A segurança faz parte do serviço que está sendo realizado tanto quanto a qualidade e a quantidade da produção. Segue-se daí que se deve ensinar o trabalhador a maneira de realizar seu trabalho com segurança.

Deve-se então dizer-lhe, como mostrar-lhe a maneira de realizar as tarefas com segurança, rapidez e eficiência.

Deve-se mostrar-lhe as razões de cada fase da tarefa, tornando claros os riscos envolvidos e explicando meios de evitá-los.

Depois ele deve realizar as tarefas sob imediata supervisão e deve ser inspecionado periodicamente, para se ter certeza de que compreendeu bem e está agindo corretamente.

Deve aprender não só a rotina de seu trabalho regular, mas o que fazer (e o que não fazer) em qualquer situação de execução ou de emergência.

Postar um comentário