terça-feira, 25 de agosto de 2009

Esteja preparado para salvar uma vida com primeiros socorros em casos de estado de choque

O choque é provocado por um estado de depressão de várias das funções vitais... uma depressão que poderia ameaçar a vida, mesmo que os ferimentos da vítima não sejam por si mesmo fatais.

O grau do choque é aumentado por alterações anormais na temperatura do corpo e por uma baixa resistência da vítima ao “stress”.

O primeiro socorro é dado a uma vítima em estado de choque para (1) melhorar a circulação do sangue, (2) assegurar um suprimento adequado de oxigênio e (3) manter a temperatura normal do corpo.

Uma coisa que não deve ser feita é manter uma vítima de choque aquecida para não sentir frio. Isto elevará a temperatura da superfície do corpo, o que é prejudicial.

Durante os últimos estágios de choque, a pele da vítima pode parecer molhada. Isto é provocado por vasos sangüíneos congestionados na pele e indica que a pressão da vítima caiu a um nível muito baixo.

Os sintomas mais notáveis dos primeiros estágios do choque são:

  • Pele pálida e fria
  • Pele úmida e fria
  • Fraqueza
  • Pulso acelerado
  • Taxa de respiração aumentada (respiração rápida)
  • Falta de ar
  • Vômito

Uma vítima de choque deve ser mantida deitada para melhorar a circulação do sangue. Sua cabeça deve ficar nivelada com o resto do corpo.

Uma vítima com ferimentos faciais severos, ou que esteja inconsciente, deve ser deitada de lado para permitir que os fluídos internos possam drenar, mantendo as vias aéreas desobstruídas.

Não deve ser dado líquidos a vítima em estado de choque que:

  • Esteja inconsciente
  • Tenha vômitos
  • Tenha convulsões
  • Possa precisar de cirurgia ou anestesia geral
  • Tenha ferimentos abdominais ou cerebrais

Os líquidos devem ser dados somente se a ajuda médica for atrasada em mais de uma hora e não haja complicações dos ferimentos.

Postar um comentário