segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Definições de Segurança

SEGURANÇA – É a ausência do perigo no curso do trabalho;
PREVENÇÃO:
ATIVA – Prevê o acidente antes que o mesmo ocorra impedindo-o.
Ex.: você observa que o seu colega opera o esmeril sem óculos, alerta-o, e ele começa a fazer uso do EPI;
PASSIVA – Toma medidas para que não se repita um acidente já ocorrido.
PERIGO – É a exposição relativa a um risco que favorece a sua materialização;
RISCO – É a possibilidade de ocorrer um evento indesejável, causador de danos;
INCIDENTE – Uma ocorrência que não tenha causado vítimas, ou danos materiais. Mas que pela sua gravidade, poderia ter graves conseqüências.
DANO – Perda funcional, material ou econômico decorrente de acidente.
FALHA – Mau desempenho que pode resultar em risco em acidente;
CUSTOS DIRETOS – São os custos que se vêem e podem ser contabilizados: indenização, prêmios de seguros, gastos com assistência médica e socorro, salário do empregado, etc.;
CUSTOS INDIRETOS – São as conseqüências que resultam para a organização e produção da empresa: tempo perdido, pelo acidentado, por seus companheiros, administração; produção perdida, pelo acidente em si, pelas reparações materiais, instrução do substituto, perda da moral, insegurança, danos materiais, comentários, etc..
Postar um comentário