segunda-feira, 15 de junho de 2009

TESTE DE EPI´S

Uma parte do nosso trabalho envolve lidar com circuitos energizados.
A segurança do trabalho em equipamentos e circuitos energizados depende de como estamos protegidos.
Como qualquer outro equipamento, o EPI se desgasta e, o que é pior, quebra-se.
Para afastar as falhas de EPI, devemos tomar alguns cuidados.

COMO VERIFICAR NOSSAS LUVAS?
1. Alta tensão pode entrar através de pequenos furos e o choque pode matar você.
2. Os vazamentos em pequenos furos podem deixar que o suor passe para fora (especialmente em dias quentes) colocando você em perigo.

COM QUE FREQÜÊNCIA AS LUVAS DEVEM SER TESTADAS POR UMA INSTALAÇÃO DE
TESTES?
Pelo menos a cada sessenta dias.
Teste de segurança para os equipamentos de proteção individual

QUANDO FOREM ENCONTRADAS LUVAS COM DEFEITOS, O QUE DEVE SER FEITOS
COM ELAS?
1. Desfazer-se delas.
2. Entregá-las para o supervisor ou encarregado.
3. Nunca colocar luvas defeituosas de volta ao lugar onde são guardadas, porque alguém poderia voltar a usá-las.

SE UM EMPREGADO ESTIVER USANDO SUAS PRÓPRIAS LUVAS, SEU PRÓPRIO CINTO
DE SEGURANÇA, ETC., AINDA ASSIM ELE ESTARÁ SUJEITO A SER INSPECIONADO
PELO SUPERVISOR? POR QUÊ?
Sim. O supervisor é o responsável pela segurança de todos, não apenas dos empregados que estiverem usando equipamento fornecido pela empresa.
Postar um comentário