segunda-feira, 15 de junho de 2009

PROTEJA SUAS MÃOS II

Dois dos instrumentos de projeto mais complicados com os quais trabalhamos são nossas mãos. Provavelmente não poderíamos usar qualquer outro dispositivo capaz de substituir nossas mãos e ainda mantermos a precisão e a capacidade de manobra delas.
Como a maioria das coisas com as quais estamos acostumados, costumamos não nos lembrar de nossas próprias mãos – exceto quando uma porta prende um de nossos dedos.
Aí sim, lembramos que nossas mãos são sensíveis.
Infelizmente, logo nos esquecemos desta experiência e deixamos nossas
mãos de lado.
Você ficaria surpreso ao saber que os ferimentos nas mãos representam um terço dos dois milhões de acidentes incapacitantes que ocorrem no trabalho a cada ano.
A maioria desses ferimentos é causada por pontos de pinçamento – 80% deles, na verdade.
Os pontos de pinçamento têm o mau hábito de nos pegar quando não estamos prestando atenção. Podemos evitá-los, ficando atentos em relação a sua existência e, então, tomar os
cuidados adequados.
Um bom cuidado é usar luvas adequadas, quando estivermos manuseando materiais ásperos, ou quando estivermos levantando ou movimentando objetos.
Outras medidas de segurança incluem tirar um tempo para remover ou dobrar pontas
protuberantes, bordas cortantes, etc.
Naturalmente, as proteções das máquinas e as ferramentas especiais dadas a você para executar uma determinada tarefa devem ser usadas.
Quando você não toma cuidado com o maquinário com o qual terá que trabalhar, ou quando você
remove uma proteção e não coloca no lugar novamente, você estará aumentando as chances de ser ferido.
Apostar em você nestas situações é perder na certa.
As proteções para as mãos não são nada de novo.
Elas têm sido consideradas importantes há anos.
Na idade média, os espadachins usavam luvas de proteção especialmente confeccionadas.
Apesar dos cuidados que tomamos, nossas mãos receberão pequenos ferimentos de tempos em tempos.
Faça o tratamento desses cortes e aranhões, pois podem se transformar
em coisas mais sérias.
Para não arrancar a pele de suas mãos, dê uma olhada antes por onde elas devem passar.
Por exemplo: se estiver movimentando um objeto, ou transportando-o, certifique-se de que as portas e corredores sejam largos o suficiente para passar com segurança, antes de iniciar o trabalho.
Certifique-se de que haja espaço suficiente para suas mãos e seja igualmente cuidadoso ao depositar sua carga em algum ponto.
Mantenha suas mãos livres de graxa e óleo.
Mãos escorregadias podem trazer problemas para você. Assim, se estiver com graxa nas mãos, limpe-as rapidamente.
Aqueles que são casados, provavelmente alguma vez já brincaram, dizendo que todos os seus problemas começaram, quando colocaram uma aliança no dedo.
Isto realmente pode ser verdade – pelo menos no que diz respeito ao trabalho.
Por razões de segurança, não use alianças ou anéis quando estiver trabalhando.
Esses objetos podem se prender facilmente no maquinário e em outros objetos, provocando um corte grave no dedo, ou o pior, uma amputação.
Polias e correias formam pontos de pinçamento e devem ser cobertas com proteções.
Se você precisar recolher vidro quebrado, pregos ou outros objetos cortantes ou pontiagudos, use luvas para a tarefa, ou varra o material.
Nunca tente manusear estas coisas com as mãos nuas.
Uma boa coisa a ser lembrada é o fato de que suas mãos não sentem medo.
Elas vão aonde você mandar e se comportarão conforme seus donos mandarem.
Postar um comentário